Obrigatoriedade das placas Mercosul não é válida para todos os veículos

Saiba quais são as exigências para a adaptação das novas placas e se você se enquadra nelas

A adaptação das novas placas padrão Mercosul já começou em 7 estados do Brasil, e em todo o território nacional mais de 900 mil veículos já foram emplacados, porém, não são todos os veículos que necessitam se adaptar ao novo modelo.

A implantação será adotada em veículos zero quilômetro e em veículos que estejam em processo de transferência de município ou de propriedade, ou quando houver a necessidade da troca, como por exemplo em extravios de placas, dilaceração do lacre de segurança ou ilegibilidade.

Para os veículos zero e em fase de transferência, o processo de adoção para a nova placa acontece assim que emitido o novo CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo), já os proprietários dos veículos que necessitam realizar a alteração por algum imprevisto ou por estética, precisam alterar a documentação do veículo direto no Detran (Departamento Estadual de Trânsito) ou na Ciretran (Circunscrição Regional de Trânsito) de sua cidade, que presta apoio ao trânsito.

Os documentos necessários para realizar a alteração são: documento com foto do proprietário do veículo, comprovante de endereço, CRLV e DUT, e o veículo para a realização da vistoria do mesmo, a taxa de alteração possui o custo de R$199,90 e, em cinco dias úteis, o documento com a nova placa já estará disponível para retirada.

A alteração para a nova placa não é obrigatória para todos os veículos, e também, não existe um prazo estabelecido, se o seu veículo está de acordo com a documentação, em seu nome e com a tarjeta do veículo correspondente a cidade do documento, a troca não precisa ser feita.

Já os veículos que realizaram a alteração dos documentos, a troca da placa precisa ser feita logo após o recebimento do mesmo, pois em caso de fiscalização policial, o proprietário será multado com pena gravíssima, com o custo de R$293,47, sete pontos na carteira e apreensão do veículo para a regularização do mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *